MORMO

Tocantins registra oitavo caso de mormo em 2020

A doença costuma afetar cavalos, mas humanos também podem ser infectados

23/10/2020 às 17h55min
Por: Redação/NTocantins - Foto: Divulgação//Adapec

Nesta sexta-feira (23), foi registrado o oitavo caso de mormo em animais durante o ano de 2020, no território tocantinense. O cavalo com o diagnóstico vive na zona rural de Muricilândia, no norte do estado, e deve ser sacrificado, de acordo com as normas da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec).

Segundo informações da Adapec, o cavalo contaminado entrou em contato com outro animal infectado, que vivia em uma uma propriedade vizinha.

Mormo é uma doença causada por uma bactéria, que costuma atingir principalmente cavalos, mas que pode ser transmitida para seres humanos e outros animais; causando pneumonia, perda de peso, crescimento de nódulos no trato respiratório, dentre outras complicações.

O primeiro caso de mormo no estado foi registrado no ano de 2015, desde então, o Tocantins já contabilizou mais de 40 animais infectados. 

O órgão informa que em casos de suspeita de mormo, o responsável pelo animal deve informar imediatamente a Adapec em uma das suas unidades presenciais ou pelo telefone 0800 63 11 22.


Notícias Relacionadas