DESCAMINHO

Receita Federal cumpre mandado de busca e apreensão em loja de Palmas

A ação faz parte de uma operação nacional. Além da Casa do Celular, na Capital, outras 26 lojas estão sendo abordadas

20/10/2020 às 18h08min
Por: Redação/NTocantins - Foto: Divulgação/Receita Federal

A Receita Federal realiza, nesta terça-feira (20), uma ação de combate à sonegação fiscal que aborda uma rede de lojas de todo o país, uma delas em Palmas. A operação tem como alvo a apreensão de celulares e outros aparelhos eletrônicos que entraram no país de forma irregular, e também de produtos falsificados. 

Em Palmas não foram expedidos mandados de prisão, apenas de busca e apreensão. A Receita informou que foram apreendidas mercadorias, mas ainda não divulgou a natureza dos produtos.

As buscas na Capital foram feitas no final da manhã porque a loja investigada, a Casa do Celular, fica situada dentro de um shopping center, que só abre às 10h. 

Além da franquiada de Palmas, estão sendo abordadas outras 26 das 83 lojas da rede, localizadas nas cidades de Rio Verde (GO), Belém (PA), Macapá (AP), Manaus (AM), Cariacica (ES), Fortaleza (CE), Maceió (AL), Natal (RN), Campina Grande e João Pessoa (PB), Salvador e Feira de Santana (BA), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

Segundo informações do órgão, a rede se apresenta como importador oficial de uma marca chinesa no Brasil quando, na verdade, essa marca apresenta importador exclusivo diverso do alvo da operação. O grupo é famoso por comercializar eletrônicos da marca chinesa Xiaomi. 

A ação é um desdobramento da operação FranFake, realizada em março, e que levou a apreensão de 1,5 mil celulares, em quatro estados do país. Ela recebeu o nome de Operação Colheita, em uma referência a marca de celulares que seria usada pelo grupo (Xiaomi significa arroz). 


Notícias Relacionadas