MANIFESTAÇÃO

Moradores de Araguaína reclamam de desativação de Hospital de Campanha

A unidade será cedida ao Hospital do Amor para implantação de um centro de prevenção ao câncer

19/11/2020 às 11h36min
Por: Redação // NTocantins

Moradores de Araguaína fizeram uma manifestação em frente ao prédio da Unidade de Pronto Atendimento da Vila Norte, cobrando da administração que o prédio não seja abandonado. Até a semana passadas, o prédio era utilizado como Hospital Municipal de Araguaína, mas foi desativado e os pacientes transferidos para o Hospital Municipal Eduardo Medrado.

A UPA, que está pronta desde 2011, nunca tinha sido usada, até o início da pandemia deste ano. O prédio, que custou R$ 12 milhões, foi construído sem previsão de recursos para funcionamento e manutenção, e com isso, ficou fechado por nove anos.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Araguaína disse que a unidade da Vila Norte será cedida ao Hospital do Câncer de Barretos para implantação de um centro de prevenção ao câncer, que inicia os atendimentos no primeiro semestre do ano que vem. O Hospital do Amor já está com uma carreta na cidade realizando atendimentos nos bairros. Ainda de acordo com a nota, com a implantação da unidade toda a região norte do Tocantins será beneficiada.

  

Notícias Relacionadas