EM SÃO PAULO

Médico pioneiro de Palmas morre por complicações da Covid-19

Ortopedista Marco Aurélio de Pádua Rocha atuava no Tocantins desde 1994

22/11/2020 às 12h30min
Por: Redação//NTocantins - Foto: Reprodução/Facebook

Na manhã deste domingo (22) o médico Marco Aurélio de Pádua Rocha morreu, aos 57 anos, em São Paulo. O médico, que atua no Tocantins desde 1994,  estava internado na capital paulista após ter complicações relacionadas a contaminação pela Covid-19. O falecimento foi confirmado pelo Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO), que prestou solidariedade aos familiares.

Marco Aurélio de Pádua era especialista em ortopedia e traumatologia e presidiu durante um período a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia no Tocantins.

Ainda não há informações sobre o enterro de Marco Aurélio, que deixa esposa e dois filhos. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) emitiu nota de pesar lamentando o falecimento do médico que atuava no Hospital Geral de Palmas ( HGP).

Confira Nota de Pesar

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) lamenta profundamente o falecimento do médico ortopedista, Marco Aurélio de Pádua Rocha, 57 anos, ocorrido neste domingo, 22 de novembro, em São Paulo.

Marco Aurélio era pioneiro da Capital, servidor concursado no Estado do Tocantins, desde junho de 1994 e estava lotado no Hospital Geral de Palmas (HGP), onde tinha bom relacionamento com toda equipe. O profissional deixa um legado de bons serviços prestados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), pelo seu rotineiro comprometimento com o bem estar dos pacientes, sendo um exemplo a todos os colegas.

A SES expressa seus sinceros sentimentos, aos familiares, amigos e colegas de trabalho neste momento de dor.


Notícias Relacionadas