MISSÕES NO ESPAÇO

Brasil é convidado pelos EUA para participar do programa espacial Artemis

O convite foi feito pelo secretário Robert O’Brien, em nome de Donald Trump

21/10/2020 às 18h58min
Por: Redação/NTocantins - Foto: Marcos Corrêa/PR

O conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Robert O’Brien, segue em visita ao Brasil, e acaba de convidar o Governo Federal para participar do programa espacial Artemis, que pretende fazer uma expedição à lua, levando a primeira mulher ao satélite terrestre, em 2024.  

 “Em nome do presidente [Donald Trump], tenho a honra de convidar o Brasil a assinar os Acordos Artemis. Esses acordos guiarão os Estados Unidos, o Brasil e parceiros com interesses semelhantes à medida que fortalecemos os esforços de exploração espacial para um futuro próspero”, disse O’Brien por meio de sua conta no Twitter.

Segundo a agência espacial norte-americana (Nasa), o pouso na superfície lunar deve acontecer em 2024, na missão Artemis 3, terceira fase do programa. Antes disso, a Nasa vai lançar dois testes de voo ao redor do satélite para verificar o desempenho, suporte de vida e capacidades de comunicação do foguete e da cápsula onde viajarão os astronautas.

A primeira missão está preparada para 2021, sem astronautas, e a Artemis 2 será com a tripulação, em 2023.

O objetivo da agência é, em colaboração com parceiros comerciais e internacionais, estabelecer a exploração sustentável da superfície lunar até o final da década. A missão é uma espécie de preparação para um outro desafio, ainda mais ousado: enviar astronautas a Marte.

A primeira vez que o homem esteve na lua foi em 1969, com a missão Apollo 11. Pelo mesmo programa, em 1972, a Nasa realizou a última viagem tripulada ao satélite.


Notícias Relacionadas