SUDESTE DO ESTADO

Aposta sobre eleições municipais termina em prisão por extorsão

O caso aconteceu em Almas, região sudeste do Tocantins

19/11/2020 às 18h36min
Por: Redação/NTocantins - Foto: Divulgação//SSP-TO

Um homem de 45 anos foi preso pela Polícia Civil, sob a suspeita de extorsão, nesta quarta-feira (18), em Almas, região sudeste do Tocantins. O crime teria começado com uma aposta entre amigos sobre quem ganharia as eleições para o cargo de vereador. 

O delegado responsável pelo caso, Joadelson Rodrigues Albuquerque, deu mais detalhes sobre o ocorrido.  

“Ocorre que supostamente vítima e autor fizeram uma aposta, sendo que cada um escolheu um candidato a vereador e então apostaram qual dos candidatos receberia mais votos no pleito de 15 de outubro. No entanto, a vítima afirmou em depoimento que, como estava entre amigos, não levou o compromisso a sério, e mesmo tendo perdido a aposta pensou que não teria que pagar o valor combinado”, disse a autoridade policial.

Quando o resultado foi divulgado, o suspeito, na companhia do vereador que recebeu mais votos, teria procurado a vítima na intenção de receber o dinheiro da aposta. No entanto, a vítima reafirmou o desejo de não pagar, alegando que tudo se tratava de uma brincadeira; momento em que o vencedor da aposta começou a ameaça-lo de morte.

A vítima informou, ainda, que além das ameaças, o autor e o vereador, de 56 anos, chegaram a desferir tapas em seu rosto. 

Posteriormente, os policiais civis descobriram que a vítima teria efetuado o pagamento de R$ 4 mil reais ao suspeito. Imediatamente, os policiais civis partiram em diligências e localizaram o autor das ameaças que ainda estava de posse do dinheiro recebido. Ele foi levado para a Casa de Prisão Provisória da cidade, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

(Com informações da SSP-TO)

Notícias Relacionadas