PENDÊNCIAS

181 gestores tocantinenses possuem irregulares com o Tribunal de Contas da União

Esse tipo de situação pode implicar em inelegibilidade de candidatos para a disputa pelos cargos do Executivo

15/09/2020 às 17h34min
Por: Redação//NTocantins - Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

De acordo com um levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU), o Tocantins tem 181 gestores com contas tidas como irregulares com implicação eleitoral. Os dados são repassados à Justiça Eleitoral e serão analisados por juízes eleitorais durante o processo de validação das candidaturas às eleições de novembro. 

Esse tipo de situação pode implicar em inelegibilidade de candidatos para a disputa pelos cargos do Executivo. Os 181 gestores em situação irregular são de 67 cidades do Estado. Em todo o Brasil, 7.354 pessoas são citadas na lista. 

Os dados foram entregues nesta segunda-feira (14), pelo presidente TCU, ministro José Mucio Monteiro, ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso.  Por conta da pandemia de Covid-19, a data da entrega da lista ao TSE, que originalmente acontece até o dia 15 de cada ano eleitoral foi prorrogada para até o dia 26 de setembro, prorrogação publicada na Resolução TSE 23.627/2020.

A lista do TCU será atualizada diariamente e pode ser consultada através link contasirregulares.tcu.gov.br.



Notícias Relacionadas